Dormimos com a vida normal e acordamos com a necessidade do isolamento social, e com isso, novas exigências na forma de trabalhar chegaram de forma desafiadora, trazendo a necessidade de adaptação, flexibilidade e aprendizagem. E, neste cenário, precisamos ter novos comportamentos e desenvolver novas competências.

Para melhor entendimento sobre competência, uma definição comumente utilizada entre os profissionais de RH é o famoso CHA, conjunto de conhecimentos, habilidades, atitudes que afetam a maior parte do trabalho de uma pessoa, e que se relacionam com o desempenho no trabalho. A competência pode ser mensurada, quando comparada com padrões estabelecidos e desenvolvidos por meio da aprendizagem.

Tais conhecimentos referem-se ao saber, as habilidades referem-se ao saber fazer e as atitudes referem-se em tornar os conhecimentos e habilidades aplicáveis em seu ambiente de trabalho.

Trazendo esse conceito para o momento em que estamos vivendo, em que muitos casos, o ambiente domiciliar, se transformou também em ambiente de trabalho (Home Office), novas competências são exigidas nesse novo cenário, exigindo novos comportamentos, exigindo novos conhecimentos, novas habilidades e novas atitudes, por uma questão de adaptação.

Veja o vídeo “As 5 Habilidades mais Importantes no momento atual”, que explica mais sobre esse tema.

 

Para que se alcance esse desenvolvimento, existem 3 passos fundamentais nesse processo:

1) Realizar uma autoavaliação sobre as novas necessidades, avaliando o que precisará ser desenvolvido. Sabendo o que será necessário, fica mais fácil identificar o que precisará focar e nesse momento de isolamento social, o ideal é buscar o conhecimento através de livros e vários conteúdos digitais que estão sendo disponibilizados gratuitamente, de fontes seguras e confiáveis, canalizando sua energia no objetivo que deseja atingir.

2) Praticar continuamente o desenvolvimento através da aprendizagem informal, o que significa aprender com as experiências de seu dia a dia, planejando, executando, checando, ajustando, errando e acertando (PDCA).

3) Pedir apoio à profissionais que podem auxiliar no desenvolvimento do tema e reforçar conteúdo importante, para o negócio. Parceiros, fornecedores, lideranças internas, tudo pode ser utilizado para potencializar conhecimento e buscar mudança de atitude.

Um processo intenso de autoavaliação e autodesenvolvimento de forma cíclica, aproveitando as oportunidades de troca com pares e Gestores para muito mais que um feedback, favorecer a troca de vivências em relação a como estão lidando com os desafios do trabalho em Home Office. Cada um está vivenciando um desafio, portanto, podemos ter experiências comuns e essa troca será de suma importância como aprendizado, e, principalmente como apoio.

Então, aproveite essa oportunidade para se reinventar, se transformar e quando tudo isso passar, estaremos muito mais competentes, confiantes e muito mais fortes.

Conte com a nossa Equipe Attua Gente e Gestão.

Dani Dias Executiva de RH // Attua Gente e Gestão

Nós podemos contribuir na Gestão de pessoas do seu negócio. Mande um e-mail para contato@attua.com.br confirmando seu interesse. Você receberá um questionário para realização de um autodiagnostico sobre seu negócio.

Devido ao momento de tormenta, estamos disponibilizando na agenda da nossa equipe alguns horários para realização de mentorias, totalmente gratuitas e online. Você pode participar desse movimento também, após o preenchimento do autodiagnóstico.

Estamos fazendo isso porque acreditamos que essa fase vai passar e precisaremos nos unir para manter empresas lucrando e com pessoas engajadas no negócio.

Share This